Meu Perfil
BRASIL, Norte, MANAUS, MONTE DAS OLIVEIRAS, Homem, de 20 a 25 anos, Portuguese, Música, Livros



Histórico


    Categorias
    Todas as mensagens
     poemas
     Cartas de Amor


    Votação
     Dê uma nota para meu blog


    Outros sites
     Para ser grande, sê inteiro - Klenicy
     Mi Casa, Su Casa - Bia
     Blog da Bia
     A toca do mocho velho, por José
     Maga Patalógica - por Renata Leite
     Blog do Alex
     Gavetas e Janelas
     Inquietacoes
     Mentiras Históricas - por Cláudia
     Sensível Desafio
     Stalingrado 2 - rafael
     Olhos de ver a vida
     Aprender a Cidadania
     Na Cafeteria
     Zeca Camargo
     O Poço e a Mola
     Prestenção!
     Rumor de Anjos - Blog da Laysa
     Stalingrado III
     Blog da Neila
     Jornal das pequenas coisas
     Blog da Line
     Blog da Maylaa


     
    Experimentando-me


    Feliz Ano Novo!!!!

    Último dia do ano e eu aqui pensando com os meus botões no que se faz em um último-dia-do-ano. Correr, pular, gritar, girar, cantar, jogar tudo para o ar...? Não sei não, mas acredito que mesmo para os mais céticos é difícil não se deixar envolver por essa sensação de que alguma coisa fica para trás e de que algo novo, uma nova etapa, uma nova chance vem por aí. De quê? É possível que a grande maioria não saiba o que realmente espera do ano que nascerá após às 23 horas 59 minutos e 59 segundos do dia 31 de dezembro de 2007. Só mais uma noite de farra, de pegar as meninas, de cair na gandaia, de fazer carnaval? Com certeza isso está na cabeça de um grande número de pessoas. Mas não se pode negar, é como se nascesse no espírito coletivo uma esperança de um amanhã melhor para todos, não há dúvidas que os ânimos estão mais propícios à reconciliação, à confraternização, todo mundo abraçando todo mundo no meio da rua depois das 00:00hs.

     

    Por mais que as pessoas não gostem, mesmo inconscientemente fazem uma avaliação do ano que termina e projetos para o ano que se inicia. Até eu - que não sou de fazer projetos e, mesmo quando os faço não cumpro ou não termino – estou aqui fazendo os meus. Já não são aqueles sonhos de anos atrás, de acreditar em ver paz universal acontecer durante esta vida – essa utopia ainda sobrevive em mim mais como força impulsionadora do que como uma crença pueril. São propósitos mais simples que visam mais trabalhar o meu interior do que bens e conquistas materiais. Quero dar mais passos em direção ao conhecimento do Deus que eu decidi seguir, conhecendo mais a sua palavra e principalmente partindo para a ação na comunidade cristã à qual Ele por seus caminhos sinuosos me fez chegar. Do conhecimento de Deus e do seguimento da Sua Santa Palavra vem os maiores bens que procuro na vida: amor, perdão, comunhão com Ele e com o próximo, paz – a paz inquieta dos que esperam em Deus, mas não cessam de orar e se deixar ser instrumento Dele aqui na terra através do trabalho missionário, profético e de defesa dos fracos e oprimidos. Aproximar-me mais de Deus: este o meu propósito para este ano.

     

    E você, o que esta atmosfera das festas de fim de ano fez brotar no seu coração?

     

    Um grande abraço a todos e um Feliz Ano Novo!!!



    Escrito por carlos às 14h00
    [] [envie esta mensagem] [ ]




    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]